Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

TVI24 vai avançar com nova grelha na primeira quinzena de Janeiro

Estratégia da Media Capital, detentora do canal, passa ainda por um novo canal dedicado à ficção.

 

Dia 9 de Janeiro deverá ser a data em que tudo muda na TVI24, o canal de notícias da TVI, disponível nos operadores por cabo. A estratégia passa por novos formatos e “novos” rostos, que mais não vai ser do que a passagem de algumas caras da estação-mãe para o canal de notícias.

Um dos exemplos-mor desta conversação de grelha é o jornalista Henrique Garcia, um “âncora” experimentado que já milita há décadas nos ecrãs nacionais, tendo apenas rival, no campo da longevidade, no apresentador da SIC Notícias, Mário Crespo. Garcia, que actualmente apresenta o Jornal do Dia, às 21 horas, vai passar a ter um um programa de informação semanal, ao domingo, onde se promete “uma reflexão semanal sobre os acontecimentos da actualidade”.

Também João Maia Abreu, ex-director de informação da TVI (saiu após a suspensão do Jornal Nacional de sexta-feira, apresentado e coordenado por Manuela Moura Guedes, sendo substituído por Júlio Magalhães, que agora está de saída para o Porto Canal) vai retomar os ecrãs, para apresentar diariamente o bloco noticioso da meia-noite.

Assim se concretiza um dos objectivos entretanto anunciados pela direcção de informação, composta por José Alberto Carvalho e Judite de Sousa, que transitou da RTP para a estação da Media Capital (MC) no primeiro trimestre do ano, embora à chegada na TVI Carvalho tivesse afirmado que “reformular a TVI24 não era uma prioridade”. Mas passou a ser uma prioridade para a administração da Media Capital e até chegou a ser anunciada quase em tom de ultimato, segundo notícia do “Jornal de Notícias”: ou sobe nas audiências ou fecha.

Uma das primeiras alterações introduzidas foi o novo programa de Judite de Sousa, com Medina Carreira, que se revelou um sucesso de audiências, com números atípicos para a média do “canalinho”, forma como a TVI24 foi ficando conhecida internamente.

 

Mais canais no cabo Apesar da urgência de reformular a TVI24, sob pena de a encerrar caso não vingue, a administração está interessada em alargar o leque de oferta televisiva no cabo. Miguel Gil, administrador-executivo, revelou no início de Dezembro que um dos “objectivos-chave para o próximo ano é desenvolver mais canais internacionais”. E ontem o “Jornal de Negócios” noticiava a intenção de Gil de abrir em 2012 um canal dedicado à ficção, com conteúdos produzidos pela Plural, produtora que também pertence à Media Capital e produz todas as novelas exibidas pela TVI.