Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

GRANDE ENTREVISTA SOBRE A GRANDE TRANSFERÊNCIA: Júlio Magalhães: "O dinheiro não pesa na decisão"

Júlio Magalhães garante que ainda não decidiu se abandona a TVI e aceita ser director do Porto Canal. Para o jornalista, o projecto é aliciante por lhe permitir passar mais tempo com a família.

 

– É verdade que vai deixar a informação da TVI para ser director do Porto Canal?

– Ainda não há novidades, só no final do ano. Já comuniquei ao Porto Canal e à TVI que só no final do ano é que dou uma resposta. Houve negociações e conversas, mas não há decisões tomadas.

– A que se deve a sua indecisão?

– Ainda estou a conversar com os dois lados. Sinto-me muito bem na TVI, mas admito que pode ser o fechar de um ciclo. Já estou há 12 anos na TVI e o Porto Canal é um bom projecto. A proposta que me fizeram é óptima. É uma possibilidade que estou a encarar.

– O que é que o Porto Canal lhe oferece para ter vontade de mudar?

– O facto de estar no Porto. Estou há 12 anos a ir para Lisboa e já estou há muito tempo sem ter fins-de-semana. Gosto de trabalhar, mas já não tenho a mesma idade.

– Os seus dois filhos [Mariana e André] têm cobrado a sua ausência nos últimos tempos?

– Já estão crescidos e compreendem. Não exigem nada. Estão preocupados se mudo ou não, porque gostam que eu esteja na TVI.

– Qual é o peso da opinião da sua família?

– A família é mesmo muito importante e, mais uma vez, vamos decidir juntos.

– A questão financeira é importante na sua decisão?

– Não, sou bem pago na TVI. Posso dizer que tenho um ordenado confortável e em tempos de crise até me sentia envergonhado se dissesse que o dinheiro pesa na minha decisão. Apenas gostava de ficar mais tempo no Porto.