Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

BIG SHOW SIC de regresso em 2012

bigshow2012

A directora de Conteúdos quer o canal de Carnaxide mais próximo do público e pondera tirar do baú alguns dos formatos que fizeram sucesso nos anos 90 e dar-lhes nova roupagem. Tudo para tornar as tardes do fim-de-semana mais animadas e com muita música, em detrimento dos filmes.

Júlia Pinheiro quer tornar o canal generalista de Carnaxide mais popular. Para isso, a directora de Conteúdos trabalha em formatos que levaram o canal ao topo das audiências. Um dos grandes sucessos foi o Big Show SIC e o seu regresso encontra-se em cima da mesa para 2012. "Com outra roupagem, claro. Será um Big Show mais moderno", conta à Notícias TV uma fonte da TV de Pinto Balsemão que pede o anonimato.

O Big Show SIC estreou-se em 1995 e ficou no ar até 2001. Tornou célebre o actor João Baião, mas teve ainda como apresentadores, por períodos
curtos, Jorge Gabriel e depois José Figueiras. João Baião está na RTP1 a apresentar Portugal no Coração e Jorge Gabriel também é uma das caras
da estação pública como anfitrião de Praça da Alegria, mas resta José Figueiras, que diariamente conduz o Alô Portugal, na SIC Internacional, e é uma hipótese que está a ser ponderada para o novo Big Show SIC. Depois de recuperar o segundo lugar nas audiências entre as generalistas, a SIC aposta tudo em 2012 para voltar a liderar. Júlia Pinheiro, que recusou apresentar Peso Pesado 2, está mais concentrada no programa da manhã Querida Júlia e nas novas apostas da estação. A profissional quer mexer nas tardes do fim-de-semana, em especial na de sábado, que são dedicadas ao cinema "para as tornar mais divertidas", diz a fonte da SIC que fala à Notícias TV e acrescenta: "Há muitos formatos de conversa e faltam outros com animação e música."

A ideia de ir buscar formatos ao baú e dar-lhes nova roupagem é, segundo a fonte, uma "nova tendência das estações no mundo inteiro". No caso da SIC, a estação quer recuperar a proximidade que tinha com o público.