Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Emídio Rangel prepara candidatura da Zon ao quinto canal de televisão

Emídio Rangel, o fundador da SIC, foi contratado pela Zon para apresentar, até ao próximo dia 21 de Janeiro, a candidatura ao quinto canal de televisão generalista. A Cofina e Controlinveste, ambas accionistas da Zon e que tinham manifestado interesse em participar no concurso, não se entenderam e desistiram do projecto.
Até agora, não foram anunciados outros candidatos ao concurso público para o lançamento da primeira televisão digital terrestre em Portugal. A decisão do vencedor está prevista para Abril do próximo ano.
Há cerca de 12 dias que Emídio Rangel trabalha no projecto de candidatura que a Zon lhe entregou, apostada em contrariar o argumento de que o actual panorama do mercado publicitário não oferece condições para o sucesso de mais um canal televisivo.
Um estudo desenvolvido recentemente pela Carat, uma das principais agências de meios, indica que desde há oito anos o investimento das marcas em publicidade cresceu apenas 5,5 por cento em Portugal. Mas, para os responsáveis da empresa, deverá ser o mercado a definir a existência ou não de um espaço para outra televisão generalista com uma informação e uma programação que se pretende diferente e de qualidade.
A contratação do antigo "patrão" da SIC foi ontem confirmada por uma fonte oficial da Zon, que indicou que Rangel é "consultor externo" da empresa para a área do quinto canal. As ideias para pôr este projecto em prática estão, por enquanto, no segredo dos deuses.
Segundo a portaria que anuncia o concurso, este destina-se à "atribuição de uma licença para o exercício da actividade de televisão que consista na organização de um serviço de programas de âmbito nacional, generalista, de acesso não condicionado, livre e com 24 horas diárias de emissão, utilizando espectro hertziano destinado à radiodifusão televisiva digital terrestre."