Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Sílvia Alberto: "Esta foi a melhor edição da OT"

Sílvia Alberto: "Esta foi a melhor edição da OT"

A poucas horas do final da Operação Triunfo, Sílvia diz estar mais "solta" e desvaloriza as fracas audiências. Já há novos projectos na RTP.

Mais madura e à vontade. É assim que Sílvia Alberto se diz ter tornado com a quarta edição da Operação Triunfo, que chega ao fim amanhã, na RTP1. "Permitiu-me deixar de pensar que estava a apresentar e envolver-me mais. Deu-me uma postura mais solta, presente e descomprimida. Senti-me mais habituada e confortável. Esta foi a melhor edição da OT", afirmou à NTV.

A jovem apresentadora ainda não se despediu do programa mas já sente saudades. "Foram três meses espectaculares. Tive muito prazer em apresentar esta edição e estarei disponível para as próximas", acrescentou a cara da RTP.

A relação criada entre si e os concorrentes do concurso tem sido uma das melhores recompensas. "É uma relação de intimidade. Eles estão muito à vontade comigo. Telefonamo-nos, mandamos e-mails, etc.", diz Sílvia.

Para a gala final de amanhã, que vai eleger Diogo ou Jorge como vencedor, a RTP preparou algumas surpresas. "Uma das surpresas posso revelar. Vou cantar num dueto com Pedro Fernandes. Vai ser uma brincadeira. Mas acima de tudo vai ser um grande duelo entre os dois finalistas. Será bem disputado", afirmou.

Quanto às fracas audiências, Sílvia é peremptória: "A OT é um programa que nunca teve grandes audiências, mas sempre foi sinónimo de qualidade", frisa. Os números não a incomodam.

"Claro que gosto de saber que o público me acompanha, mas essa não pode ser a forma de medir o meu trabalho. Felizmente, ainda há quem aposte em projectos de arte", atirou a apresentadora.

Apresentadora sem férias

Sílvia Alberto já tem projectos pós-Operação Triunfo na estação pública. Apesar de não levantar o véu, a apresentadora, de 29 anos, admite: "Não posso dizer nada. Só sei que não posso ir de férias depois da OT", afirmou, sem acrescentar se se trata de um novo programa ou de um projecto pontual.

É, de resto, na RTP que Sílvia Alberto se sente bem, onde tem contrato. E adianta que não foi sondada na onda de contratações do ano passado. "Tem havido muito pingue-pongue, mas não fui sondada", rematou.