Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Saída de Moniz influenciou Júlia

A saída de José Eduardo Moniz da TVI, em Agosto de 2009, foi um dos motivos que ditou a partida de Júlia Pinheiro para a concorrência.

A apresentadora, que ontem foi apresentada como reforço de luxo na SIC, admitiu que "a saída do Moniz foi traumática para quem trabalhou com ele, porque era um líder muito marcante". O ‘namoro' com Carnaxide começou um mês depois, em Setembro de 2009, revelou o director--geral da estação, Luís Marques.

Também a ida da amiga Gabriela Sobral, hoje directora de produção na SIC, ‘empurrou-a' a aceitar o convite que a leva agora a um cargo na direcção de conteúdos da SIC.

Mas foi a atitude defensiva da TVI que selou a saída. "Numa estação que é líder, todo o pontinho de share é defendido de forma quase activa e não temos espaço para arriscar, porque os accionistas exigem resultados". A SIC, acredita, "é mais ousada, mais atrevida e pode propor com mais à vontade situações e projectos de ruptura". Além disso, é a "mais bem preparada em termos de multimédia, a que melhor domina o negócio do cabo e a que tem visão estratégica de futuro para as novas realidades da indústria", considerou. Sem comentar os valores do contrato, Júlia disse apenas: "O que uma empresa paga a um funcionário é a medida daquilo que o respeita, e estes senhores respeitam-me muito".

"É UM PRAZER TÊ-LA DE VOLTA"

A SIC não poupou esforços para proporcionar um regresso marcante à nova estrela do canal. Francisco Pinto Balsemão fez questão de dar as boas-vindas a Júlia Pinheiro na assinatura do contrato. "Bem-vinda à sua casa, é um prazer tê-la de volta", declarou na recepção, que contou com muitos amigo da apresentadora na SIC.