Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Mãe e advogados já falaram com o modelo acusado de matar Carlos Castro

A mãe de Renato Seabra já conseguiu visistar o filho que permanece no hospital de Nova Iorque (EUA). O suspeito da morte de Carlos Castro também já foi ouvido por um advogado americano. A advogada que o representa em Portugal garante que a família de Renato Seabra está indignada com a forma como as autoridades portuguesas nos EUA trataram o caso. O modelo Renato Seabra recebeu primeiro a visita do advogado norte-americano, cujo nome a família continua a manter no anonimato. O defensor ouviu o jovem no mesmo dia em que Renato foi acusado do homicídio, no passado domingo, dia 8 de Janeiro.
Só no dia 11, à tarde, Odília Pereirinha pode finalmente visitar o filho, que continua no Hospital de Bellevieu e ainda não tem data de alta prevista.
A advogada portuguesa de Renato, Paula Fernandes, adiantou à SIC que a audiência deverá ser marcada dentro do prazo legal dos cinco dias após deduzida a acusação.
A família do suspeito está, seguundo a defensora portuguesa, indignada com a forma como as autoridades portuguesas nos EUA lidaram com toda a situação.
Paula Fernandes lamenta que o consulado em Nova Iorque não tenha informado a família de Renato Seabra do incidente que se passou no Hotel intercontinental. Lamenta, também, que nenhum familiar tenha sido contactado para indicar o local onde se encontrava o suspeito desde que foi detido pela polícia.
A advogada diz que teve de passar um dia inteiro a ligar para vários hoispitais de Nova Iorque para saber onde estava Renato Seabra.
A defensora portuguesa, que continua sem querer prestar declarações gravadas, disse ainda que só depois de conhecerem o paradeiro do suspeito foi possível contratar um advogado norte-americano para defender Renato Seabra.