Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

MORTE DE CARLOS CASTRO: Mãe de Renato Seabra acredita na inocência do filho

A mãe de Renato Seabra, o principal suspeito da brutal homicídio do jornalista Carlos Castro, acredita na inocência do filho. “O meu filho não fazia isso”, afirmou Odília Pereirinha antes da partida para Nova Iorque.

"Não acredito. Não acredito. O meu filho, sendo um filho de ouro, um filho que é muito bom, não fazia isso", afirmou a mãe de Renato Seabra no aeroporto da Portela, em Lisboa, em declarações à TVI, antes de partir para Nova Iorque, onde o filho está internado no Hospital de Bellevue, depois de alegadamente ter tentado o suicídio.

Odília  Pereirinha reiterou que Renato não mantinha quaqluer relação amorosa com o cronista social. "O meu filho não era namorado do Carlos Castro. Ele, desde o primeiro instante, nunca escondeu a sexualidade dele, que é heterossexual", disse.

Sobre a acusação de que os estudos de Renato seriam pagos por Carlos Castro, a mãe nega peremptoriamente. "O meu filho tem uma licenciatura e quem lhe pagou os estudos fui eu", sublinhou.

Odília Pereirinha revelou que foi Carlos Castro que se aproximou do jovem através do Facebook, enviando um pedido de amizade. "Renato viu o pai que nunca teve", disse.

Odília negou ainda que o filho tivesse qualquer distúrbio psiquiátrico, revelando que Renato lhe "telefonava assiduamente". Nos últimos dois dias, o modelo ter-se-á queixado que não conseguia dormirn "por causa da comida".

"Algo de muito grave se passou", afirmou Odília, acrescentado que o objectivo da viagem a Nova Iorque é trazer o filho para Portugal. "Vou fazer as diligências para o trazer o mais depressa possível", concluiu.

Odília Pereirinha foi acompanhada no aeroporto da Portela pela filha, Joana Seabra, mas viajou sozinha. Em Nova Iorque vai contar com o apoio de amigos e do consulado português.

Carlos Castro foi encontrado morto e mutilado sexualmente na sexta-feira no 34º piso do Hotel Intercontinental em Nova Iorque, onde estava hospedado com Renato Seabra desde 29 de Dezembro.