Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

CASA DOS SEGREDOS - Endemol paga seguranças a Vítor Rangel

Vítor não fala sobre os seguranças que a produtora contratou, os ex-concorrentes acusam produtora de show off.

Endemol paga seguranças a Vítor Rangel

À semelhança do que aconteceu na gala de domingo passado, o ex-concorrente da Casa dos Segredos vai ter direito a ser acompanhado por dois seguranças nas próximas emissões. Alegadamente, Vítor Rangel terá sido alvo de ameaças e as suspeitas recaem sobre os gémeos Renato e Mário e Vasco. "A minha segurança não está em risco, eu não tenho medo de nada", diz Vítor Rangel que, recorde-se, foi expulso do programa por ter agredido a namorada, Ana Isabel. Apesar destas afirmações, o relações-públicas do Porto aceitou a ideia da empresa que produz o reality show da TVI, mas recusa-se e demarca-se por completo das justificações por detrás do reforço de segurança: "Esta proposta partiu da Endemol e só a produtora é que pode explicar as razões, é ela que é a responsável por isto", afirmou Vítor.

Sem papas na língua, Renato acredita que esta decisão foi tomada para o transformar - a ele e aos outros dois participantes - em maus da fita. "Até me chateei com a Endemol por causa disso. Batemos na porta do camarim dele [Vítor] no final do programa, quando fomos buscar as facturas, e os responsáveis chamaram a segurança porque disse que o estávamos a ameaçar", relata Renato. Que jura que todos os problemas entre os ex-concorrentes tinham sido já solucionados e que esta nova medida da produtora do reality show apenas "serve para criar show off e chamar a atenção da comunicação social".

A Endemol afasta-se desta troca de acusações e fonte oficial da produtora diz que "ameaças, se as houver, deverão ser clarificadas junto dos supostamente envolvidos, e não junto da produção". A empresa responsável pela Casa dos Segredos garante ainda que o reforço de seguranças está apenas relacionado com o aumento do número de apoiantes de Vítor Rangel.