Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

TRANSFERÊNCIA DO ANO: Júlia Pinheiro vai mandar nos programas diários da SIC

Júlia Pinheiro vai mandar nos programas diários da SIC

Ano novo, vida nova para a anfitrã da Casa dos Segredos da TVI. Júlia Pinheiro vai para SIC com duas missões já definidas: a de revolucionar os programas da manhã e da tarde e de apresentar um novo programa, The Biggest Loser.

A SIC acaba de desferir um dos mais duros golpes na estrutura de programação da TVI ao recrutar para as suas fileiras Júlia Pinheiro, apresentadora e actual directora de Formatação de Conteúdos da estação de Queluz de Baixo. Fontes de Carnaxide garantem à Notícias TV que "a partir da terceira semana de Janeiro ela começa a trabalhar", regressando assim ao canal que a viu nascer como apresentadora de TV e do qual saiu há oito anos. E já estão definidas as funções que a esperam, que para além da apresentação passam por "ser directora de Conteúdos", explica fonte conhecedora do processo. Por isso, a anfitriã do reality show Casa dos Segredos despede-se da TVI na noite de passagem de ano e vai para a estação de Francisco Pinto Balsemão coordenar os programas da manhã e da tarde.
Aliás, função que conhece como ninguém porque tem vindo a desempenhá-la na TVI.

Mas há mais: "Há fortes possibilidades de ela vir a ter um programa diário ao jeito do que faz nas Tardes da TVI", revela quem está por dentro desta contratação. Só ainda não se sabe para que horário será.

Na SIC já se tinha começado a notar mudanças radicais quando Gabriela Sobral, directora de Produção e Coordenação de Projectos da estação, abriu um concurso externo a produtoras para pedir orçamentos para os programas Companhia das Manhãs e Boa Tarde, cujos resultados deverão ser conhecidos em breve. Porém, ninguém esperava que estas alterações pudessem contar já com o parecer de Júlia Pinheiro. Com esta transferência concluída, Gabriela Sobral cumpre uma promessa que tinha feito publicamente numa entrevista. "Acredito que um dia vou conseguir ter Júlia Pinheiro", declarou pouco tempo depois de também ela ter trocado de camisola.

Apesar de a nossa revista ter conseguido confirmar esta transferência quer junto de fontes da SIC quer da TVI, a apresentadora insiste em negar a contratação. "É um tipo de conversa que é cansativa, frívola, porque não vai acontecer nada. Estou a tomar conta das minhas coisas e da minha vidinha", responde Júlia Pinheiro, preferindo falar da Gala de Natal da TVI, em que tem estado a trabalhar. Se sobre esta matéria Júlia só pode dizer "que é mentira" e "não vou nada para a SIC", para os lados de Carnaxide não há dúvidas. "Ela já assinou um pré-acordo", jura quem conhece o processo, adiantando que tal "aconteceu em meados da semana passada". Uma outra fonte assegura que "a assinatura do contrato está por poucos dias". Os valores monetários, esses, permanecem em segredo, mas é garantido que são valores milionários, porque Júlia Pinheiro já é uma das caras mais bem pagas da televisão nacional.

Anfitriã de novo concurso

Tal como o Diário de Notícias já tinha adiantado há três semanas, Júlia Pinheiro vai conduzir um dos grandes formatos esperados para 2011, The Biggest Loser, um sucesso internacional em que os concorrentes combatem a obesidade e são premiados pelos quilos que conseguem perder. Um programa que está previsto arrancar em meados de Março na SIC. "Ela vai estar também a trabalhar na pré-produção do formato", diz uma das fontes contactadas pela Notícias TV.

Projectos televisivos que falaram mais alto na hora da difícil decisão de trocar de camisola. Na verdade, sabe a nossa revista que a TVI ainda fez uma contraproposta para segurar a apresentadora e directora. Tal terá acontecido na semana anterior a André Cerqueira ter deixado o cargo de director de Programas da estação, ou seja, na terceira semana de Novembro. Nessa ocasião, foi-lhe oferecida insistentemente a possibilidade de assumir uma das pastas mais cobiçadas da televisão portuguesa, convite que Júlia negou sempre. A razão da recusa ficou clara a 19 de Novembro: o coração da apresentadora estava já na SIC, onde trabalhará ao lado de Gabriela Sobral e Luís Marques, director-geral do canal.

Em Queluz de Baixo ninguém fala oficialmente da transferência. "Não comento cenários de futurologia nem contratos que estão a decorrer", repete o administrador Bernardo Bairrão. Até ao fecho de edição não foi possível obter declarações de João Cotrim Figueiredo, director-geral e também director de Programas da TVI. Também os responsáveis da SIC mantêm-se silenciosos sobre esta grande contratação. Nem Luís Marques, director-geral, nem Nuno Santos, director de Programas, nem Gabriela Sobral, amiga da apresentadora e directora de Produção e Coordenação de Projectos da SIC, tecem comentários sobre o assunto.

Namoro antigo e intenso

Há mais de seis meses que Júlia Pinheiro estava a ser alvo de um 'assédio' feroz por parte da SIC. A primeira tentativa terá acontecido ainda antes de a apresentadora Fátima Lopes comunicar que ia sair desta estação e trocá-la pela TVI, em Agosto. Contudo, a comunicadora da Casa dos Segredos foi adiando respostas aos aliciamentos da estação de Balsemão e negando tais convites à imprensa. A partir do momento em que Gabriela Sobral, ex-directora de Ficção Nacional da TVI, se mudou para Carnaxide, aí sim, os convites multiplicaram-se. E foi em Setembro que os responsáveis de Queluz de Baixo passaram por um dos períodos de maior ansiedade relativamente a Júlia Pinheiro. "Ela tinha um contrato em cima da mesa para definir as novas funções e foi de férias três semanas sem assinar", revelou fonte à NTV, na altura do episódio. Já não havia muita fé em Queluz de Baixo, mas a palavra da apresentadora, afinal, tinha bastado: ela ficou para apresentar o reality show. Mas, em Novembro, o caso voltou a mudar de figura. E de vez. Com Gabriela Sobral aos "comandos" da SIC - e com o total apoio de Luís Marques - Júlia acabaria por se deixar seduzir.

O segredo durou cerca de um mês e foi a imprensa a revelá-lo antes que a apresentadora tivesse tempo de o comunicar. Por fim, em matéria de antecipações, os responsáveis de Carnaxide também tiveram de acelerar o processo: "O pré-acordo foi assinado o mais rapidamente possível", explicou fonte da SIC. A partir daqui, e com a vontade firme da apresentadora em trocar de camisola, já não havia nada na TVI que a pudesse prender.

Entre as mais valiosas

De acordo com um estudo recente levado a cabo por Luísa Villar, CEO da Purple e especialista no mercado publicitário, esta responsável garante que "Júlia Pinheiro está entre os quatro apresentadores mais valiosos do mercado, juntando-se a Manuel Luís Goucha, Fátima Lopes e Jorge Gabriel". "Têm a imagem de credibilidade e como estão presentes diariamente ganham esse valor", justifica. Porém, é raro ver a apresentadora de As Tardes da Júlia entrar em campanhas publicitárias. "Já tentei convencê-la várias vezes e nunca consegui, diz logo que é muito cara", revela, alegando que as razões que Júlia Pinheiro evoca são bem mais simples: "Se não tem problemas de dinheiro, porque é que haveria de aceitar fazer publicidade?" Por revelar está o valor monetário associado a esta profissional de TV "que tem uma imagem de mulher activa".