Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

CASA DOS SEGREDOS - Catarina Monteiro CONTA TUDO

Catarina Monteiro, expulsa da ‘Casa dos Segredos’ no domingo, fala do pai e da mãe. Confessa que gostava de ir à prisão visitá-lo e nega as acusações que o pai lhe fez recentemente.

– Quando conheceu o seu pai?

– Aos 18 anos, na paragem do autocarro. Veio ter comigo e perguntou-me se me chamava Catarina.

– Não o reconheceu?

– Talvez, das fotografias. A primeira reacção foi abraçá-lo e chorar. Durante 15 dias privei com ele. Fiquei feliz por tê-lo encontrado. Sabia melhor do que ninguém a falta que um pai faz a uma criança.

– E porque se afastaram?

– Saíamos muito e num dos almoços ele perguntou-me pela minha mãe e pediu-me o contacto dela. Um dia cheguei a casa e já não estavam lá as roupas dela.

– Ela tinha ido ter com ele?

– Sim. Ao princípio senti aquela coisa de adolescente que sabe que os pais se reencontram, mas...

– Ele agrediu a sua mãe?

– Sim. Foram para França e ele acabou por agredi-la. Ela voltou e ele também. A minha mãe procurou uma assistente social porque tinha medo do meu pai. Um dia, estava eu em casa e recebi um telefonema a dizer que o meu pai tinha voltado a agredir violentamente a minha mãe.

– E o seu pai foi detido?

– Foi. A minha mãe esteve muito tempo hospitalizada. Apesar de continuar revoltada com o meu pai, tenciono visitá-lo.

– O seu pai diz que você só quer dinheiro. O que tem a dizer?

– São chocantes as acusações falsas que me faz. Fiquei surpreendida.

– Mas pediu-lhe dinheiro?

– Nunca.

– Ele diz ainda que um cunhado da sua avó tentou abusar de si sexualmente quando era pequena...

– Mentira.

– E a sua mãe?

– Está num abrigo de apoio à violência doméstica. Um abrigo confidencial, aqui em Lisboa. E eu gostava de ir vê-la.