Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

Tudo-Sobre-A-TV

MAIS DO QUE UM BLOG SOBRE TELEVISÃO

5.ºCanal// Henrique Garcia está desolado por não dirigir a TVI 24//

5.ºCANAL

A qualificação da oferta televisiva, através de garantias de pluralismo, independência e informação, deve ser o principal critério na apreciação dos concorrentes ao 5.º Canal.

Segundo o regulamento ontem apresentado em Diário da Républica, metade da valorização deve ser atribuida à qualificação da oferta televisiva.

___________________________________________________

Henrique Garcia está desolado por não dirigir a TVI 24

Jamais o irá assumir publicamente, para evitar mais problemas, mas Henrique Garcia, 60 anos, está desiludido com o anúncio oficial de João Maia Abreu para o cargo de director da TVI 24, canal de notícias do qual era responsável desde o início. "Anda desolado e triste", conta um jornalista da estação de Queluz de Baixo, compreendendo as razões de Henrique Garcia: "É natural. Ainda por cima soube de tudo pelos jornais..."

Segundo apurou a TV Guia, Henrique Garcia, incontactável durante toda a semana, foi ultrapassado por João Maia Abreu, actual director de informação da TVI, por estar supostamente "de castigo" pelos responsáveis máximos do canal, que o acolheu no final de 2000. "Desde os tempos do Caso Fátima Felgueiras que a relação azedou", conta outro jornalista, explicando que, desde aí, quando de desentendeu com a chefia, traçou de imediato o seu futuro. "Ele sabe-o. Mas não vai criar polémicas, pois é um gentleman".

À TV Guia, o director de Relações Exteriores da TVI, António Monteiro Coelho, diz que o nome de João Maia Abreu à frente deste projecto da Média Capital faz todo o sentido, uma vez que não vão existir duas redacções. "Não podia ser de outra maneira. Os jornalistas são os mesmos. Iam ter dois directores?" Para o mesmo responsável, Henrique Garcia não foi afastado de nada, porque "nunca foi dito que ia ser director". "Está tudo bem. Ele continua como director." Previsto para arrancar com as emissões até Março de 2009, o mesmo responsável esclarece, ainda, que agora não pode haver mais adiamentos. "É impossivel. Há um prazo a cumprir, de um ano, a contar desde que nos foi atribuida a licença."

A contratação de 100 profissionais para o novo canal, que marca a entrada da TVI no universo dos canais temáticos para o cabo, número avançado pela imprensa nos últimos dias, está longe de ser verdadeiro. "Vamos reforçar o nosso quadro, com certeza, mas passará por muito menos gente do que isso. Esse assunto está a ser discutido e desenvolvido."

4 comentários

Comentar post